fbpx

O que faz o profissional formado em Engenharia de Controle e Automação?

Engenharia de Controle e Automação é uma daquelas carreiras apontadas como “profissão do futuro” e têm despertado muito interesse nos jovens que desejam seguir a área da engenharia.

Há tempos as indústrias tem se automatizado e colocado máquinas para fazer serviços que antes eram realizados manualmente. Assim sendo, o grau de automação chegou a tal ponto que, em alguns casos, resultou na substituição por completo do homem pela máquina. No entanto, isso não significa de nenhuma forma que o trabalhador humano perdeu a sua importância no processo produtivo. Muito pelo contrário, agora exige-se dele muito mais conhecimento e qualificação para manter todo esse complexo universo funcionando corretamente.

É justamente aí que entra o engenheiro de controle e automação. Afinal, é ele o profissional responsável por planejar, desenvolver e operar essas máquinas, bem como os sistemas que as automatizam.

Sendo assim, de modo geral, o profissional de controle e automação tem como função projetar máquinas, equipamentos, componentes robóticos, sistemas de integração e sistemas de automação industriais, desenvolver softwares, instalar e programar máquinas além de realizar a manutenção nesses equipamentos. Tudo isso, com o objetivo de facilitar a produção e a operação nas indústrias.

NÃO CONFUNDA COM ENGENHARIA MECATRÔNICA!

Essa confusão é bastante comum, pois os fundamentos de ambas as engenharias são os mesmos. A diferença é que a Engenharia Mecatrônica parte de uma base majoritariamente mecânica, enquanto a Engenharia de Controle e Automação parte de uma base elétrica, com ênfase em controle e automação.

COMO SE TORNAR UM ENGENHEIRO DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO?

Para aqueles que não tem tempo ou condições financeiras de fazer uma faculdade, existem muitas opções de cursos técnicos na área. Porém, para quem deseja se tornar Engenheiro de Controle e Automação de fato, é preciso enfrentar em média 5 anos de faculdade, se formar e, posteriormente, obter o registro junto ao CREA (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia) estadual.

Abaixo, algumas faculdades que oferecem o curso:

Privadas: Centro Educacional Anhanguera, Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL), Universidade Estácio de Sá (UNESA) e Universidade Paulista (UNIP);

Públicas: Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), entre outras.

COMO É O CURSO?

Assim como outras áreas da engenharia, esse curso possui matérias comuns como Matemática, Física, Eletroeletrônica e Informática. Entre as disciplinas específicas estão: Controle de processos, Comunicação de dados, Robótica e manufatura integrada, Instalação de sistemas de automação, Microcontroladores, Controladores lógicos programáveis, etc.

Durante o curso são realizadas muitas atividades em laboratórios que permitem ao estudante aplicar o seu conhecimento na prática e, até mesmo, desenvolver e fabricar suas próprias máquinas e equipamentos.

Para a conclusão do curso, além do TCC, muitas faculdades exigem também estágio supervisionado. O lado bom, é que várias delas possuem parcerias com empresas que são ótimas portas de entrada para o mercado de trabalho.

Fonte: Guia do Estudante

QUAL É O PERFIL DO PROFISSIONAL DA ÁREA?

De fato, quem quer trabalhar nessa área, além das característica comuns à todas as engenharias (como ter afinidade com as ciências exatas), precisa também curtir tecnologia, robótica e computadores. É fundamental estar sempre ligado nas novidades que surgem cada vez mais rapidamente e em conceitos como a Indústria 4.0. Desse modo, para ser um profissional de destaque, é necessário estar sempre atualizado. Além disso, é preciso muito estudo, concentração, pro atividade e capacidade de resolver problemas.

O QUE FAZ O ENGENHEIRO DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO?

O engenheiro de controle e automação é capacitado para realizar diversas atividades, sempre tendo como objetivo final otimizar os processos industriais. Alguns exemplos:

  • Desenvolver sistemas e ferramentas computacionais;
  • Projetar e executar instrumentação, sensores e algoritmos;
  • Certificar projetos;
  • Desenvolver modelagens, simulações e controle de processos de produção;
  • Criar formas de integrar processos;
  • Fazer estudos de viabilidade técnica e econômica;
  • Desenvolver formas de padronizar, mensurar e controlar a qualidade;
  • Elaborar orçamentos;
  • Instalar, montar e reparar equipamentos.

Por fim, ser um ENGENHEIRO DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO exige bastante dedicação e estudo. Porém, trata-se de uma área muito requisitada, cuja importância deve aumentar cada vez mais com o passar do tempo.

INDUSTRIAL 4.0

Aqui na INDUSTRIAL 4.0 trabalhamos há mais de 15 anos com automação industrial. Todos os nosso técnicos e engenheiros são especializados na área. Afinal, acreditamos que somente dessa forma é possível oferecer sempre os melhores resultados. Somos especialistas em hidráulica industrial e possuímos grande experiência no atendimento ao setor sucroenergético. Fique à vontade para ENTRAR EM CONTATO CASO QUEIRA NOS CONHECER MELHOR

WhatsApp chat