(16) 3618-0217

Em 2019, indústria 4.0 ganhou ainda mais espaço nas fábricas brasileiras

Segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), tecnologias ligadas a Indústria 4.0 estão presentes em sete de cada dez grandes empresas.

A indústria 4.0 é cada vez mais uma realidade mundo afora. No entanto, é fato que o Brasil encontra-se atrasado no que diz respeito a adoção das tecnologias relacionadas a quarta revolução industrial. Ainda assim, a boa notícia é que este cenário melhorou significativamente em 2019.

De acordo com levantamento da CNI (Confederação Nacional da Indústria) ainda que de forma isolada, 7 em cada 10 grandes empresas já aplicam conceitos como:

  • Big Data;
  • Internet das Coisas (IoT);
  • Automação digital com sensores para controle de processos;
  • Inteligência Artificial (IA);
  • Sistemas integrados de engenharia para desenvolvimento e manufatura de produtos;

Apesar disso, ainda é necessário muito trabalho. É preciso sim aperfeiçoar o uso nessas grandes empresas, mas sobretudo é preciso popularizar e generalizar essas tecnologias. Sem dúvida, é imprescindível viabilizar e incentivar o uso da tecnologias 4.0 também em indústrias de menor porte. Afinal, as pequenas e médias indústrias contribuem com uma grande fatia da produção industrial brasileira.

Sendo assim, com toda a certeza, difundir as ideias relacionadas a indústria 4.0 é fundamental para que as indústrias do país continuem competitivas no mercado global.

PLANO DE AÇÃO 2019-2022

Nesse sentido, a Câmara Brasileira da Indústria 4.0 aprovou no último mês de setembro um plano de ação para o período de 2019 a 2022.

O principal objetivo do plano é fomentar o uso de conceitos e tecnologias ligadas à indústria 4.0. Nele, destaca-se a atenção especial dada ao desenvolvimento de ações que facilitem e incentivem a introdução dessas tecnologias nas pequenas e médias empresas.

Segundo o secretário de Empreendedorismo e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Paulo Alvim “esse plano vai acelerar o processo de capacitação de recursos humanos e disseminar ferramentas para o setor produtivo incorporar tecnologias 4.0″.

As ações e iniciativas previstas no plano estão divididas em quatro temas:

  • Desenvolvimento Tecnológico e Inovação;
  • Capital Humano;
  • Cadeias Produtivas e Desenvolvimento de Fornecedores;
  • Regulação, Normatização Técnica e Infraestrutura;

Para cada um deles estão previstas formas de financiamento e de fomento.

Por fim, a implementação do plano é de responsabilidade das mais de 30 instituições públicas e privadas que atuaram na sua formulação. Com toda a certeza, essa união de forças é um grande avanço em prol da economia brasileira. Ficaremos de olho!

Para ler mais sobre indústria 4.0 clique aqui.

INDUSTRIAL 4.0

A INDUSTRIAL 4.0 não tem esse nome a toa. Tem esse nome porque trabalha olhando para o futuro. Dessa forma, seja em novos projetos, reformas ou manutenção busca sempre agregar novas tecnologia que colocam os equipamentos dos clientes nos rumos da indústria 4.0. Entre em contato e saiba mais.

Gostou? Não esqueça de compartilhar no Face e no Insta!

 
admin
WhatsApp chat