Unidade hidráulica Industrial

Reservatório hidráulico: como cuidar do seu

O reservatório hidráulico exerce uma função essencial no sistema. Mesmo assim, nem sempre ele recebe a atenção que merece. Descubra neste artigo como cuidar do seu reservatório para que ele se mantenha sempre em bom estado.

Apesar da sua importância, o reservatório hidráulico costuma ser deixado em segundo plano durante a manutenção. Muita vezes, esse descaso já aparece logo no projeto do sistema, por exemplo, através de reservatórios mal dimensionados. Sem dúvida, isso é um grande erro. Afinal, falhas e contaminações no reservatório podem prejudicar todo o equipamento hidráulico.

Com toda a certeza, o reservatório é um componente essencial num sistema hidráulico industrial. Afinal, é ele quem armazena o fluido responsável pelo funcionamento do sistema.

Sendo assim, é fundamental que você tome alguns cuidados para garantir que seu reservatório esteja sempre nas melhores condições.

O QUE É UM RESERVATÓRIO HIDRÁULICO

Em resumo, o reservatório é um recipiente responsável por armazenar o fluido hidráulico.

Além das paredes — normalmente feitas de aço — ele conta com uma base inclinada ou abaulada dotada de quatro pés. Conta também com um topo plano com uma placa de apoio.

Além disso, o reservatório é equipado com os seguintes componentes: dreno, plugue do dreno, indicador de nível de óleo, tampa para respiradouro e enchimento, filtro de ar, tampa para limpeza e placa defletora (chicana). Alguns itens opcionais incluem resfriadores e manômetros.

Por fim, as partes mais importantes do reservatório são as linhas de sucção e de retorno. As linhas de retorno devem ficar sempre abaixo do nível do fluido e no lado oposto à linha de sucção. O retorno e a sucção são separados pelo defletor (chicana). Confira na ilustração a seguir.

Reservatório hidráulico: como cuidar do seu

Vale destacar também a presença dos filtros no reservatório. De fato, a ação dos filtros presentes no reservatório são essenciais para todo o sistema.

Nesse sentido, o filtro de retorno fica na linha de retorno. Ele é responsável por filtrar as impurezas decorrentes da operação do equipamento antes do óleo retornar para o reservatório.

Da mesma forma, o filtro de sucção fica na linha de sucção e tem como função proteger a bomba da contaminação presente no reservatório.

Não podemos esquecer também do filtro de ar. De fato, o ar exerce uma função essencial no reservatório. Afinal, é ele quem empurra o fluido para a bomba. Ou seja, a presença de ar no reservatório é mais do que necessária. No entanto, esse ar precisa estar puro, sem partículas contaminantes. Daí a importância do filtro de ar. Além disso, alguns modelos separam também a água presente no ar, evitando assim que ela contamine o óleo.

COMO FUNCIONA O RESERVATÓRIO NO SISTEMA HIDRÁULICO

O reservatório armazena o fluido em repouso. Desse modo, disponibiliza o óleo que é sugado pela bomba durante a operação do equipamento (linha de sucção). Em seguida, após o uso, o reservatório recebe o fluido novamente (linha de retorno).

Graças a placa defletora, o fluido que retorna para o reservatório é impedido de passar diretamente para a linha de sucção. Desse modo, permite que o óleo fique em repouso.

Durante esse repouso, as impurezas maiores sedimentam. Da mesma forma, o ar sobe para a superfície do fluido. Desse modo, oferece condições para que o calor do fluido (decorrente da operação) seja dissipado para as paredes do reservatório.

TIPOS DE RESERVATÓRIOS

Em geral, os reservatórios hidráulicos de uso industrial podem ser de 3 tipos: convencional, em forma de L e suspenso.

Os reservatórios convencionais são os mais utilizados e tem o conjunto bomba motor, junto com as válvulas, instalado logo acima da tampa.

Já os reservatórios em forma de L e os suspensos permitem à bomba uma altura manométrica positiva do fluido.

O tipo ideal de reservatório deve ser pensado de acordo com as características do sistema.

Reservatório Hidráulico - Tipos
Reservatório Hidráulico - Falhas
Algumas falhas comuns em reservatórios: 1- Oxidação no tanque / 2- Visor de nível avariado / 3- Partículas sólidas
retidas no fundo do reservatório.

COMO MANTER SEU RESERVATÓRIO HIDRÁULICO EM BOM ESTADO

Manter o reservatório em bom estado significa sobretudo evitar a contaminação.

Esse é um trabalho até fácil e barato, principalmente se considerar os estragos que um reservatório em mal estado pode causar.

Conforme mencionado acima, a contaminação é a causa de até 80% das falhas em sistemas hidráulicos. Sendo assim, cuidar do reservatório é essencial para reduzir custos de manutenção e aumentar a produtividade.

Pensando nisso, confira algumas dicas para cuidar bem do seu reservatório.

Tenha um reservatório bem dimensionado

O reservatório precisa ser adequado ao tamanho do sistema. Nesse sentido, o recomendado é que ele comporte de 3 a 5 vezes a vazão da bomba em litros/minuto mais 10%.

Veja mais informações sobre o dimensionamento do reservatório no manual da Parker

Utilize filtros de qualidade

Os filtros de retorno são essenciais para evitar a presença de contaminantes no reservatório. Já os filtros de sucção, evitam que contaminantes presentes no reservatório entrem no sistema. Além disso, o filtro de ar, garante que contaminantes invisíveis a olho nu e água entrem no reservatório. Cerca de 80% das falhas em sistemas hidráulicos são causadas pela contaminação do óleo. Por isso, invista em filtros de qualidade.

Mantenha a parte externa do reservatório limpa

O calor do fluido gerado durante a operação precisa irradiar através das paredes do reservatório. Esse trabalho fica prejudicado quando a parte externa do reservatório está suja ou obstruída. Por isso, mantenha o reservatório sempre limpo e a área ao redor livre. Além disso, recomenda-se o uso de um trocador de calor.

Evite vazamentos e falhas nas vedações

Vazamentos podem reduzir a disponibilidade de óleo no sistema, o que pode prejudicar seu funcionamento. Da mesma forma vazamentos e falhas nas vedações podem gerar contaminação. Sendo assim, fique sempre atento às mangueiras e vedações do sistema. Além disso, evite que contaminantes como sujeira, água, fluidos de corte e partículas de metal entrem no sistema através da tampa do reservatório.

Limpe o reservatório

Mesmo reservatório novos estão sujeitos as contaminações. Por isso, devem ser limpos antes do uso. Além disso, os reservatório precisam ser analisados e limpos de tempos em tempos. Para tal, é preciso retirar todo o óleo do reservatório. Caso haja ferrugem e tintas soltas, é preciso remover e aplicar novo revestimento. Se for preciso, aplique jateamento e pintura interna com fundo epóxi.

Inspecione visualmente o reservatório

Inspecione o reservatório por dentro e por fora. Garanta que ele esteja limpo. Verifique se não há oxidação na parte interna. Confirme se não há manchas de óleo que podem indicar vazamentos. Fique sempre atento ao visor de nível e temperatura do óleo. Aliás, é importante garantir que esses visores estejam funcionando corretamente.

MANUTENÇÃO HIDRÁULICA INDUSTRIAL

A INDUSTRIAL 4.0 é AUTORIDADE na manutenção de sistemas hidráulicos industriais. Nesse sentido, tem know-how para avaliar, reformar e fabricar sob medida reservatórios hidráulicos utilizados em aplicações industriais.

Além dos reservatórios, a INDUSTRIAL 4.0 atende:

Da mesma forma, fornece peças e componentes de reposição Parker.

Saiba mais sobre os serviços oferecidos pela INDUSTRIAL 4.0.

Precisa de fabricação, manutenção ou peças de reposição para sistemas hidráulicos? Fale com quem é AUTORIDADE NO ASSUNTO. Fale com a INDUSTRIAL 4.0. Entre em contato agora mesmo pelo WhatsApp e saiba mais.

Rate this post
Rolar para cima
×