fbpx

Qual é o papel da mulher na Indústria 4.0?

Afinal, qual é o papel da mulher na Indústria 4.0?

As mulheres ainda representam uma fatia muito pequena entre a força de trabalho ligada à tecnologia. Certamente, isso tem relação direta com um mercado profundamente masculinizado. Mas, afinal, como isso afeta a Indústria 4.0?

MULHERES NA INDÚSTRIA 4.0

Num mundo onde as mulheres são maioria, quem quiser ter força de trabalho suficiente para lidar com os desafios da Indústria 4.0, precisará sim encontrar maneiras para derrubar barreiras e incluí-las nesse mercado.

Para você ter uma ideia — de acordo com a OIT (Organização Internacional do Trabalho) — a participação global das mulheres na força de trabalho é de 48,5%. Já na área de tecnologia, esse número cai para 20%.

Considerando que a falta de profissionais capacitados é um dos principais gargalos para a adesão às tecnologias da Indústria 4.0, é preciso repensar a participação das mulheres no setor. De fato, somente quebrando essas barreiras será possível gerar mão de obra qualificada suficiente para atender a demanda.

Portanto, no mês das mulheres, é imprescindível discutir as razões que afastam as mulheres desses postos de trabalho e encontrar maneiras de quebrar essas barreiras.

DESAFIOS

Sem dúvida, o simples estigma de ser um mercado majoritariamente masculino já faz com que as mulheres precisem redobrar os esforços para adentrá-lo. Nesse sentido, muitas vezes, a tentativa nem chega a ser considerada por conta das dificuldades.

Vale a pena dizer, no entanto, que a qualificação dos profissionais não tem relação com essa desigualdade. Uma vez que, de modo geral, no Brasil as mulheres são até mais qualificadas que os homens (25% tem curso superior contra 18% dos homens). Sendo assim, trata-se realmente de uma questão cultural que precisa ser alterada.

INCLUSÃO

O projeto da CNI que visa impulsionar a Indústria 4.0 no Brasil tem entre suas metas trazer mais mulheres para a área de tecnologia. Para a entidade, incluir as mulheres significa ampliar o conteúdo intelectual e, assim, aumentar a competitividade.

Além disso, de acordo com dados da instituição, a Indústria 4.0 demanda profissionais multitarefas, que saibam trabalhar em equipe e tragam uma boa bagagem profissional. De fato, isso envolve não só os conhecimentos técnicos e experiências profissional, mas também mesclar pessoas de diferentes sexos e faixas etárias.

Sendo assim, é fundamental destacar o papel vital da mulher na transformação digital. Da mesma forma, é preciso cobrar políticas públicas que derrubem as barreira que impedem as mulheres de participar mais da área de tecnologia. Afinal, com toda a certeza trata-se de uma questão estratégica para o país.

CONCLUSÃO

  • Afinal, qual é o papel das mulheres na Indústria 4.0?

    As mulheres precisam ser incluídas na área de tecnologia como forma de eliminar um dos principais gargalos para a adesão à Indústria 4.0: a falta de profissionais qualificados. Além disso, a necessidade de maior diversidade de pensamento explicita a necessidade de uma equipe com pessoas de diferentes sexos, formações e faixas etárias.

  • O que é preciso fazer para incluir as mulheres na Indústria 4.0?

    É preciso quebrar as barreiras que impedem as mulheres de ingressarem na área de tecnologia. Uma dessas barreira está relacionada ao estigma de ser uma área masculina. Portanto, é preciso quebrar este preconceito.

Fonte: A Voz da Indústria

INDUSTRIAL 4.0
WhatsApp chat