fbpx

Como a PARKER ajudou os Aliados a vencerem a Segunda Guerra Mundial

A Parker exerceu papel fundamental nos aviões que lutaram na Segunda Guerra Mundial. Conheça essa história.

A Parker surgiu em 1917 e teve grande participação no desenvolvimento da aviação. Ela esteve presente, por exemplo, no avião Sprit of St. Louis, o primeiro na história a completar uma travessia transatlântica. Na ocasião, o avião era equipado com sistemas de combustível da empresa.

Da mesma forma, desde os primórdios, a Parker teve uma forte ligação com as Forças Armadas Americanas. Só para exemplificar, em 1924, quando patenteou uma conexão flangeada para tubos, teve a Marinha do país como um de seus principais clientes.

Desse modo, a junção entre pioneirismo na aviação e parceria com as Forças Armadas caíram como uma luva no momento em que os EUA mais precisaram.

Sem dúvida, direta ou indiretamente, sem as inovações da Parker, os aviões Aliados não teriam exercido o papel fundamental que exerceram na vitória contra o Nazismo na Europa. Vitória que, aliás, é comemorada neste dia 08/05.

SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

Sendo assim, quando o conflito estourou em 1939, naturalmente, a empresa prontamente respondeu ao chamado patriótico e se juntou ao esforço de guerra. Na verdade, isso aconteceu antes mesmo dos EUA entrarem de fato na Guerra, o que só aconteceria após o ataque a Pearl Harbor em 1941.

Com o passar do conflito, a Parker se viu na necessidade de interromper totalmente a fabricação de seus produtos para apoiar as Forças Armadas. Dessa forma, a empresa se tornou a maior produtora de conectores e válvulas hidráulicas para aeronaves em todo o mundo. Nessa época, o número de funcionários focados exclusivamente em fabricar aparatos para as aeronaves chegou a 5000.

PÓS-GUERRA

Infelizmente, o Sr. Arthur Parker, fundador da empresa, morreu no dia 1º de janeiro de 1945, sem ver o término da Guerra. Em maio daquele ano a vitória seria alcançada na Europa e pouco depois (em agosto) no Japão. O fim do conflito trouxe um repentino cancelamento da parceria com o Departamento de Defesa do governo americano. A consequência disso foi que a Parker, de uma hora para outra, ficou ao mesmo tempo sem seu principal (e na época, único) cliente e sem seu fundador e maior pilar.

Porém, foi nesse momento que a empresa se reinventou e começou a construir a história que a tornou definitivamente uma gigante mundial.

MUDANÇA DE FOCO

De fato, a empresa estava prestes a decretar falência, quando a viúva Helen Parker se recusou a aceitar a situação. Diante desse cenário, ao invés de desistir da empresa, ela recrutou uma nova gerência e liderou a mudança de foco da tecnologia aeronáutica para aplicações industriais. A partir daí, a Parker passou a ser parte fundamental em um novo período de industrialização em todo o mundo. Sem dúvida, suas tecnologias hidráulicas, pneumáticas, entre outras, contribuíram definitivamente para a recuperação econômica de todo o mundo no pós-guerra

Coincidentemente, nessa nova fase, assim como na Segunda Guerra, o principal concorrente superado pela Parker continuou vindo da Alemanha…rs

É por essas e outras que a INDUSTRIAL 4.0 tem orgulho em ser distribuidora Parker.

Fonte: Blog Parker e Livro: 40 anos de Parker no Brasil

INDUSTRIAL 4.0
WhatsApp chat