fbpx

Contra coronavírus usinas devem retomar fabricação de álcool 70%

A fabricação de álcool 70%, antes restrita, deve ser liberada temporariamente como forma de combater o coronavírus.

O retorno da fabricação de álcool 70% por parte das usinas, sem dúvida, é uma questão estratégica no combate ao Covid-19 (coronavírus). Afinal, o produto é a melhor alternativa ao álcool gel, que está em falta não só nos mercados, mas também nos hospitais.

De fato, você já viu neste artigo, que as usinas de cana tem a intenção de doar o álcool tanto para fabricação de álcool gel, quanto de álcool 70%. O objetivo é manter as unidades públicas de saúde abastecidas, de forma gratuita, a fim de conter a disseminação do Covid-19.

Sendo assim, a UNICA (União da Indústria de Cana-de-Açúcar) tem trabalhado em conjunto com os Ministérios da Agricultura, Minas e Energia e Saúde, além da Anvisa e secretarias estaduais de saúde, para viabilizar tal projeto o mais rapidamente possível. Nesse sentido, um dos principais entraves é a proibição da produção de álcool com essas especificações pelas usinas. Além disso, a comercialização desse produto também é restrita.

RESTRIÇÃO DEVE CAIR

Segundo o site Valor, a Câmara já aprovou por 90 dias a anulação da portaria que restringia a comercialização de álcool 70%. O produto é a melhor alternativa ao álcool gel, item essencial na higienização e que está em falta no mercado em função da crise do coronavírus. O texto seguirá agora para análise dos senadores.

Fonte: Jornal da Cana

INDUSTRIAL 4.0
WhatsApp chat