fbpx

Indústria 4.0 deve gerar cerca de 133 milhões de novos empregos

Apesar do medo recorrente, revoluções tecnológicas — como a indústria 4.0 — não tiram empregos, muito pelo contrário

Inegavelmente, sempre que surgem novas tecnologias industriais espalha-se o medo de que milhões de trabalhadores perderão seus empregos. Esse temor já aconteceu em outros momentos e tem ressurgido agora com o desenvolvimento da Quarta Revolução Industrial (ou indústria 4.0).

Acontece que, ao contrário do que as pessoas pensam, em outros momentos de virada tecnológica no passado não ocorreu esse fenômeno de desemprego em massa. Da mesma forma, aparentemente não é agora que irá ocorrer.

Isso porque, junto com as ameaças sempre vem as oportunidades. Sem dúvida, no contexto da indústria 4.0, essas oportunidades já estão à vista.

Para se ter uma ideia, segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), espera-se que as inovações tecnológicas ligadas a indústria 4.0 gerem cerca de 133 milhões de novos postos de trabalho. Além disso, como você pode ler neste post, trata-se de uma ótima oportunidade para empreendedores.

NOVAS PROFISSÕES

Sempre que há revoluções tecnológicas, novas profissões surgem e outras tantas tem de se adaptar. Agora, não será diferente.

Ainda de acordo com a CNI, 60% das crianças em idade escolar terão ofícios que sequer existem hoje em dia. Essas novas profissões estarão ligadas, principalmente, ao desenvolvimento de novas tecnologias, em especial nas áreas de física, digital e biológica.

Nesse sentido, entre as candidatas a “nova profissão do futuro” estão: analistas de internet das coisas, analista de dados, especialistas em cibersegurança, projetistas de 3-D, mecânicos de veículos híbridos, entre outras.

Gostou? Não esqueça de compartilhar no Face e no Insta!

WhatsApp chat